sábado, 11 de fevereiro de 2012

Como consertar um coração partido

 
    Me veio essa música na cabeça agora. Eu estava lendo um dos inúmeros textos que tinha escrito para o meu ex-namorado constatando que, finalmente, aquelas emoções não mais me pertenciam. Pareciam de outra pessoa...
    Quem nunca teve um coração partido? Destroçado, estilhaçado em mil pedacinhos... e depois deixado lá ao relento completamente sozinho para se reestruturar sozinho. Sim, porque por mais que você tenha amigos maravilhosos, que escutem você falar a mesma coisa milhares de vezes, se recuperar de uma desilusão amorosa é uma coisa que só quem a sofreu pode fazer!
    E como é difícil! Parece que um furacão passou nas nossas vidas, deixando tudo de ponta a cabeça. O vazio bate, o chão não parece muito firme e tudo o que você quer é que tudo aquilo seja um sonho. Mas não é. Encontrar uma maneira de lidar com tudo isso e acabar com essa sensação um grande desafio!
   Há aqueles que anestesiar a dor com porres homéricos! A bebida é nesse caso uma amiga, que faz esquecer todos os recentes acontecimentos e dá a ilusão de que está tudo bem. O problema está no dia seguinte quando, além da dor de cotovelo, você tem que lidar com a dor de cabeça fruto da ressaca.
    Outros tentam aplacar sua dor beijando quantas bocas for necessário. O lance "puramente físico" pode até ser bom para o corpo, mas será para a alma também? Será que a sensação de vazio desaparecerá após o fim do ato ou só aumentará depois?
    Não há fórmulas mágicas para curar a dor de amor. Mas há o maior clichê de todos: o tempo. Acredito que quando começamos a amar, o amor passa a ser o nosso norte. E quando o perdemos, uma parte de nós se perde também, ficamos sem rumo. E leva tempo para nos reencontramos novamente, para começarmos a sentir que somos nós mesmos de novo.
    Por isso, passe por todas as fases: coma os chocolates que quiser, escute músicas dor de cotovelo, escreva coisas que gostaria de dizer para ele (mas nunca entregue). Arrange força e ânimo para sair de casa, aproveite o dia lindo de sol, ou curta a chuva na sua casa vendo um filme. Cante e dance no seu quarto, na frente do espelho. Se arrume, se valorize. No começo é difícil, mas aos poucos você vai se encontrando e descobrindo o seu novo eu. Mas principalmente: não se culpe pelo fim! Certas coisas não são para ser e você vai descobrir isso a medida que o tempo for passando. A vida vai encarregar de encaixar tudo direitinho.
     E tempos depois, ao lembrar de todo aquele sofrimento, você vai se dar conta que todo aquele sentimento contido naquelas palavras finalmente se tornou história!
 

Um comentário:

  1. Primeira pessoa que descreveu exatamente como me sinto, não costumo ler blogs, fico mais pelo tumblr, mas não achei respostas pra minha pergunta lá então corri pra internet porque precisava disso, como precisava! Obrigada por escrever esse texto a cerca de 6 anos atrás, pois hoje ele ajudou o dia de alguém merelhorar 100%

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário! É muito bom saber o que você achou sobre o blog ou determinado post porque afinal nós fazemos tudo isso para vocês, leitores.
Então não se acanhem! Opinem, comentem!
Beijos
Mari e Jessica