quinta-feira, 12 de abril de 2012

As pequenas coisas da vida


  Tirar aquela soneca no sofá depois do almoço, sentir o vento fresco bagunçando os cabelos, assistir ao pôr-do-sol pela janela do quarto... parecem coisas tão banais, não é? Para muitos esses pequenos momentos passam despercebidos. Eu era uma dessas pessoas, até não ser mais. E a partir do momento em que fiquei sem tudo isso, descobri que é nas coisas simples que repousa o encanto da vida.

  Ainda há aqueles que acham que encontrarão a felicidade nos aumentativos: "carrões" "casarões" "figurões"... que triste engano! Talvez uma certa euforia apareça por aí, mas esta é efêmera e desaparece do mesmo jeito que surgiu, do nada. É na singeleza que a felicidade, a genuína, se encontra.

  É no cantar, a plenos pulmões, sua música preferida. É no se espreguiçar gostosamente na cama, num dia de sábado (ou domingo). Num almoço em família ou com amigos. Num abraço. Num beijo inesperado. Num olhar, num sorriso, num aperto de mão. Numa risada bem dada, num filme assistido...

 Não é difícil ser feliz! O que acontece é que a gente se preocupa demais em não ser triste e acabamos seguindo o caminho errado. E perdemos os detalhes, passamos por eles sem notarmos que são essas pequenas coisas que dão um sabor enorme à nossa vida!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário! É muito bom saber o que você achou sobre o blog ou determinado post porque afinal nós fazemos tudo isso para vocês, leitores.
Então não se acanhem! Opinem, comentem!
Beijos
Mari e Jessica